Espinheira Santa, Para que Serve, Benefícios e Como Usar

Espinheira Santa, Para que Serve, Benefícios e Como Usar. Você sofre com azia, má digestão, queimação entre outros problemas digestivos? Cansou de tomar medicamentos ineficazes e caros?

Eis a solução, conheça a milagrosa Espinheira Santa.

Espinheira Santa (Maytenus Ilicifolia) pertencente à família Celastraceae, é uma planta subarbustiva ornamental de porte médio que pode alcançar até três metros de altura, adaptada em clima subtropical, nativa do Brasil, cultivada em larga escala no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e também em Minas Gerais e São Paulo.

Encontrada nas matas e campos, se propaga por sementes, possui caule lenhoso e esgalhado, suas folhas são espinhosas nas bordas que lembram o azevinho usado na decoração de natal, tem formato de lanças pontiagudas, coriáceas e denteadas, medindo de 4 a 12 centímetros de comprimento.

Destinada para fins medicinais, exclusivo para os problemas digestivos, muito utilizado na medicina alternativa, e tão eficaz quanto a certos medicamentos farmacêuticos.

Conhecida também como cangorça, cancorosa de sete espinhos, cancerosa, coromilho do campo, espinheira divina, espinho de deus, maiteno, salva vidas, sombra de touro, limãozinho entre outros.

Espinheira santa para que serve

Possui ação analgésica, anti-inflamatória, antisséptica, antioxidante, antiulcerativas gástricas e duodenais, calmante, cicatrizante, desinfetante, diurética, levemente laxativa e tonificante estomacal.

Comprovadamente eficaz no tratamento de gastrites, dispepsia, úlceras, refluxo, azia, dor de estômago, excesso de gases intestinais, mau hálito devido aos problemas estomacais e ainda combate a bactéria Helicobacter Pylori (H.Pylori) ajudando a prevenir o câncer do estômago.

Vendidas em farmácias, feiras livres e lojas de produtos naturais, na forma de folhas, cascas, raízes desidratadas, cápsulas e extratos, de uso interno e externo, possuem várias propriedades terapêuticas ricas em alcaloides, taninos, triterpenos, óleos essenciais, terpenos, mucilagens e possui alguns minerais como o cálcio, enxofre, ferro e sódio.

Quais são os alimentos e fatores que causam problemas no aparelho digestivo?

Alimentos processados e contaminados, alimentação com muito açúcar, cigarros, dietas pobres em fibras, doença de Crohn, frituras, refrigerantes, vício em álcool, excesso de estresse, noites mal dormidas, preocupações, uso contínuo de alguns medicamentos principalmente os anti-inflamatórios, todos esses causam uma hiperacidez gástrica provocando secreção de ácido clorídrico e alterando o ph.

O que acontece quando você começa a tratar com a Espinheira Santa?

Devido a grande quantidade de taninos encontrada na Espinheira Santa especialmente a epigalocatequina que é rica em antioxidante, antisséptico, e também cicatrizante ela age paralisando as fermentações gastrintestinais e controlando a produção do ácido clorídrico no estômago, diminuindo o ph tornando o ambiente mais alcalino.

Com o uso do chá de preferência morno durante pelo menos uma semana juntamente com uma dieta rica em alimentos alcalinizantes como: frutas frescas, frutas secas, legumes, verduras verdes sem agrotóxicos, os sintomas vão desaparecendo dia a dia, e a quantidade de ácido estomacal diminui equilibrando o ph.

Benefícios da Espinheira Santa

  • Emagrecimento: Devido à ação diurética e suave ação laxativa, ela elimina impurezas e toxinas, diminuindo a retenção de líquidos, auxiliando na perda de peso.
  • Problemas de pele: Atua com eficiência nos problemas de acnes, cicatrizes, dermatites, eczemas, feridas infecciosas e herpes, pois contém propriedades diuréticas, laxativas, depurativas do sangue e anti-infecciosas.
  • Tumores digestivos: Sua ação antioxidante ajuda a combater, prevenir e retroceder o câncer de estômago e intestino já alojados.
  • Inflamações do estômago: Como gastrite e úlceras gástricas a espinheira santa por ser anti-inflamatória ela protege a mucosa do estômago, cura azia e queimação.
  • Intestinos: Ela age como um laxante suave e auxilia na eliminação dos gases.
  • Câncer de pele: É eficaz na prevenção do câncer.

Espinheira Santa Efeitos Colaterais

  • A Espinheira Santa tem efeito abortivo, portanto é proibida para as grávidas e para as que estão tentando engravidar.
  • Para quem esta amamentando é bom não fazer uso, porque diminui a secreção de leite.
  • Pode causar sensibilidade na garganta e dar enjoo, que desaparecerá com o tempo.
  • Contra indicado para menores de 12 anos.

Espinheira Santa Como Usar (fazer o Chá)

Chás:

Ferver meio litro de água, colocar 2 colheres de (sopa) cheia de folhas, misturar com a água, desligar o fogo, abafar e em seguida coar.

Tomar morno ou frio 2 vezes ao dia, de preferência em jejum e a noite antes de dormir.

Não adoçar.

Guardar na geladeira.

Compressas para uso externo como feridas infecciosas: Fazer o chá e lavar o local afetado, várias vezes.

Cápsulas:

Tomar com água 2 cápsulas por dia.

Extrato para câncer de pele: Aplicar no local contaminado e deixe secar.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

1 Comentário

  1. MAICO disse:

    ESSA FOLHA E MUITO BOA MAIS NÃO SABIA QUE ELA SERVIA PRA TANTA COISA ASIM MUITO BOM